receita

PANELADA - PIAUÍ
GRAU DE DIFICULDADE:
Médio
TEMPO DE PREPARO:
duas horas
RENDIMENTO:
de seis a oito porções
CHEF:
Carlos Augusto
REGIÃO:
Piauí
TIPO DE PRATO:
carne
ingredientes

500 gramas de mocotó bovino
500 gramas de bucho bovino
500 gramas de tripas finas
500 gramas de tripas grossas
2 xícaras de chá de cebola picada
1 colher de sopa de alho picado
2 xícaras de chá de tomate picado e sem sementes
½ xícara de chá de pimentão-verde picado
2 pimentas-de-cheiro picadas
½ colher de chá de pimenta-do-reino
½ colher de chá de cominho
1 colher de chá de urucum
4 colheres de sopa de cachaça branca
3 xícaras de chá de suco de limão
Sal a gosto
¼ xícara de chá de azeite de oliva

modo de preparo

1 Lave muito bem todas as carnes e corte-as em pedaços bem pequenos --de cerca de três centímetros. Em seguida, coloque-as em uma panela com o suco de limão. Cubra com água e deixe ferver por 20 minutos;
2 Escorra as carnes e lave-as novamente. Reserve;
3 Em uma panela de pressão já aquecida, refogue a cebola e o alho no azeite. Acrescente os tomates, o pimentão e as pimentas;
4 Junte a essa mistura as carnes e o restante dos temperos --menos a cachaça-- e misture bem. Cubra com água e espere ferver. Acerte o sal, tampe a panela e cozinhe por 40 minutos;
5 Abra a panela e acrescente a cachaça. Verifique novamente o sal, tampe a panela e deixe cozinhar por mais dez minutos. Sirva em seguida.

Dicas

-Arroz branco, pirão e um bom molho de pimentas são bons acompanhamentos para esse prato

História

Bucho, tripa e mocotó de boi são misturados em prato típico do Piauí

 

Ingredientes para os quais muita gente torce o nariz, os miúdos têm lugar de destaque na culinária do sertão Nordestino. No Mercado de Mafuá, um dos mais antigos mercados públicos de Teresina, no Piauí, as bancas expõem os mais variados órgãos de animais: fígados, corações, rins, línguas, buchos, pulmões, miolos, tripas, pés, rabos.

Esses órgãos são base de variadas receitas populares no Piauí, como sarapatel, dobradinha com feijão e panelada. Esta última leva bucho, tripa e mocotó do boi, e é servida com pirão feito com o caldo do cozimento das carnes e farinha de mandioca. “A panelada é um prato de sustança, geralmente servido no fim de semana em ambiente familiar”, diz Carlos Augsto Araújo, que foi chef do restaurante Favorito Comida Típica.

Para não errar a mão nas receitas, é fundamental comprar e preparar os miúdos imediatamente após o abate do bicho. Araújo dá as dicas: “É importante observar se possuem uma cor viva, se têm brilho e não exalam um cheiro desagradável”.

Cada pedaço tem seu tempo de cocção: fígado fica pronto rapidamente, enquanto pulmões, língua e bucho devem cozinhar em fogo baixo por longos períodos, até ficarem bem macios.

Sabor e textura desses miúdos variam de acordo com a espécie e a idade do animal. “Vitelo e cordeiro têm um gosto mais suave. Já carneiro e bode são bem mais forte”, diz Araújo.

"É importante observar se os miúdos possuem uma cor viva, se têm brilho e não exalam um cheiro desagradável"

Favorito Comida Típica

ONDE rua Angélica, 1.059, Fátima, Teresina, Piauí, tel. (86) 3232-2020

galeria de fotos

Miúdos expostos em banca do Mercado do Mafuá. Foto Rusty Marcellini

Miúdos expostos em banca. foto Rusty Marcellini

Panelada. foto Rusty Marcellini

Ambiento do Favorito Comida Típica. foto Rusty Marcellini

Chef Carlos Augusto no Mercado do Mafuá. foto Rusty Marcellini

Chef Carlos Augusto prepara a panelada. foto Rusty Marcellini

Feirante trabalha com tripas. foto Rusty Marcellini

Fígados cortados. foto Rusty Marcellini