receita

RISOTO DE LINGUIÇA BLUMENAU - SANTA CATARINA
GRAU DE DIFICULDADE:
Fácil
TEMPO DE PREPARO:
1 hora
RENDIMENTO:
4 porções
CHEF:
José Eduardo de Oliveira Vaz (Bistrô Palatare, Balneário Camboriú, SC)
REGIÃO:
Santa Catarina
TIPO DE PRATO:
risoto
ingredientes

2 xícaras de chá de arroz arbóreo
4 colheres de sopa de azeite de oliva
250 gramas de linguiça Blumenau sem pele, cortada em rodelas ou cubos
½ xícara de chá de cebola picada
½ xícara de chá de vinho branco
1 ½ litro de caldo de carne ou de legumes
½ xícara de chá de banana-da-terra picada em cubos
3 colheres de sopa de castanha-do-pará em lascas
½ xícara de parmesão ralado
1 colher de sopa de manteiga gelada e cortada em cubinhos
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto

modo de preparo

1 Em uma frigideira antiaderente, coloque uma colher de azeite e as bananas. Deixe dourar e reserve;
2 Em uma panela de fundo grosso, coloque o restante do azeite, acrescente a linguiça e espere que ela fique levemente dourada. Acrescente então a cebola, refogue por três minutos, e junte o arroz;
3 Coloque o vinho branco na mistura e vá mexendo sempre, até que o liquido seja completamente absorvido pelo arroz. Acrescente sal e pimenta a gosto, lembrando que a linguiça já é salgada;
4 Coloque o caldo de sua preferência concha a concha, lembrando que é necessário esperar que o caldo seja absorvido por completo para então colocar mais caldo;
5 Quando perceber que o arroz ficou al dente, acrescente os outros ingredientes e mexa rapidamente. Caso seja necessário, coloque um pouco mais de caldo para o arroz ficar bem cremoso;
6 Sirva assim que ficar pronto.

Dicas

- A linguiça Blumenau é defumada e feita com carne de porco. Caso não a encontre em sua cidade, pode substituir por uma outra de sua preferência e com características semelhantes.
- O caldo de carne ou de legumes deve estar quente. O ideal é usar um caldo feito em casa, assim terá menos conservantes e será menos artificial.

História

Linguiça de Blumenau é, na verdade, especialidade da cidade de Pomerode

 

O nome engana: de Blumenau, a famosa linguiça catarinense tem só o nome. Trazido pelos alemães ao Estado em 1901, o embutido defumado é, na verdade, especialidade da cidade de Pomerode, localizada a 30 quilômetros da cidade que lhe dá nome e a 170 quilômetros de Florianópolis.

Luiz Antônio Bergamo, proprietário da Olho Embutidos, explica a confusão. “A linguiça nasceu aqui em Pomerode. Mas, como era um distrito que pertencia a Blumenau, o pessoal falava: ‘Traz uma linguiça de Blumenau, vou buscar uma linguiça de Blumenau’. E o nome ficou.”

Desde 2015, aliás, o alimento feito com pernil, paleta e toucinho lombar de porco é patrimônio cultural imaterial de Pomerode, conhecida como a cidade “mais alemã do Brasil”.

A linguiça, conta Bergamo, nasceu da necessidade de aumentar o tempo de conserva do excesso de produção de carne de porco na região. “Ela passa por um processo de cura depois da massa pronta, com dois dias na câmara fria, para depois ir para o defumador, onde fica mais dois dias defumando. Para isso, usamos carvão vegetal e serragem”, diz.

O embutido pode vir à mesa com muitas caras. Cortado fino, por exemplo, aparece em tábuas de frios. Pode também compor sanduíches, massas, pizzas ou risotos. “De preferência, regado com muito chope”, brinca Bergamo.

"A linguiça nasceu aqui em Pomerode. Mas, como era um distrito que pertencia a Blumenau, o pessoal falava: 'Traz uma linguiça de Blumenau, vou buscar uma linguiça de Blumenau'. E o nome ficou"

Olho Embutidos e Defumados
ONDE rua Ribeirão Areia, 1822, Ribeirão, Pomerode, Santa Catarina, tel. (47) 3395-0900
www.embutidosolho.com.br

galeria de fotos

Linguiça logo após a produção, antes de passar pelo processo de cura. foto Rusty Marcellini

Linguiças na câmara fria, em processo de cura. foto Rusty Marcellini

Funcionários na produção da linguiça Blumenau. foto Rusty Marcellini

Linguiça Blumenau com a massa crua. foto Rusty Marcellini

Linguiça Blumenau pronta para a comercialização. foto Rusty Marcellini

Linguiça Blumenau fatiada. foto Rusty Marcellini