receita

TERERÊ - MATO GROSSO DO SUL
GRAU DE DIFICULDADE:
Médio
TEMPO DE PREPARO:
10 minutos
RENDIMENTO:
1 porção que é compartilhada entre várias pessoas
CHEF:
Paulo Machado
REGIÃO:
Mato Grosso do Sul
TIPO DE PRATO:
Bebida
ingredientes

1 ½ de água gelada
½ xícara de chá de suco de limão
5 colheres de sopa de erva mate específica para tererê

modo de preparo

1 Coloque a água gelada com o suco de limão na garrafa térmica;
2 Preencha 2/3 da guampa com a erva mate;
3 Tampe a boca da guampa com a mão e mexa para cima e para baixo, para que os talos se separem da erva;
4 Depois incline a guampa a 45º e pode tirar a sua mão. Desta maneira, a concentração de pedaços mais grossos da erva, ficará na parte de baixo, dificultando a possibilidade de entupir a bomba;
5 Despeje um pouco da água gelada com suco de limão na guampa na posição de 45º, e então conforme for enchendo, vá deixando na posição vertical;
6 Para colocar a bomba, tampe o buraco do bico com o dedo polegar e coloque ela onde está a água. Ajeite a bomba sem tirar o dedo do bico, até que ele fique firme no fundo e contra a erva;
7 Depois tire o dedo do bico e coloque a guampa na posição vertical completamente. Preencha o que faltar com o restante da água e está pronto;
8 A bebida é compartilhada por todos e quando a água acabar, preencha novamente com mais água da garrafa térmica.

Dicas

- A erva utilizada para o tererÉ é a mesma do chimarrão, porém um pouco menos moída, por isso há alguns pedaços maiores;
- Guampa é o recipiente onde o tereré é preparado e servido, é feito de chifre de boi, mas ele pode ser substituído por um copo;
- Caso queira, você pode adoçar a água para o tereré;
- Outra opção é colocar algumas folhas de hortelã, capim-cidreira ou boldo na mistura da erva.

História

Bebida refrescante de origem paraguaia, tererê conquista o Mato Grosso do Sul

 

Quem narra a história do tererê é a chef Dedê Cesco, 58, mestre pelo Departamento de Estudos Fronteiriços da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). No Mercadão Municipal de Campo Grande, capital sul-mato-grossense, ela conta que o tererê –ou tereré– é uma bebida local de influência paraguaia.

Foi pela cidade de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, onde vivem os índios guaranis, que a bebida adentrou o Estado. “Os guaranis já usavam a erva-mate para fazer diversas bebidas. Pelo fato de a região ser muito quente, é comum usar a erva combinada com água gelada ou natural”, conta Cesco.

Brasil afora a bebida é confundida com o chimarrão, típica do Rio Grande do Sul. Cesco esclarece as diferenças: “O tererê, além de levar água fria, usa uma erva-mate mais grossa. O chimarrão leva água fervente e a erva é mais fina”.

Mas, bem, também há semelhanças. Para tomar tererê ou chimarrão, é necessário uma cuia (ou guampa, recipiente fabricado a partir do chifre do boi) e uma bomba para filtrar a infusão.

Refrescante, a bebida popularizou-se no Estado e é geralmente consumida entre amigos em momentos de pausa. Depois de vir do Paraguai para o Mato Grosso do Sul, o tererê cruza agora outras fronteiras. “Hoje a gente vê que vários Estados estão consumindo”, diz a chef.

Foi pela cidade de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, onde vivem os índios guaranis, que a bebida adentrou o Estado. “Os guaranis já usavam a erva-mate para fazer diversas bebidas. Pelo fato de a região ser muito quente, é comum usar a erva combinada com água gelada ou natural”, conta Cesco.

ONDE ENCONTRAR MATERIAIS DO TERERÊ

CAMPO GRANDE
Mercadão Municipal de Campo Grande (Mercado Municipal Antônio Valente)
ONDE: r. Sete de Setembro, 65, Centro, Campo Grande, Mato Grosso do Sul, tel. (67) 3383-3157
www.facebook.com/mercadaomunicipalcg

SÃO PAULO
Mercado Municipal de São Paulo
ONDE: r. Cantareira, 306, Centro, São Paulo, São Paulo, tel. (11) 3313-3356
www.oportaldomercadao.com.br

galeria de fotos

Banca de tererê - Sabores de ervas-mate. foto: Rusty Marcellini

Banca de tererê - Tipos de erva-mate. foto: Rusty Marcellini

Erva-mate do tererê. foto: Rusty Marcellini

Guampas e sacos de erva-mate. foto: Rusty Marcellini

Bombas de tererê e sacos de erva-mate. foto: Rusty Marcellini

Garrafão térmico com água gelada para fazer tererê. foto: Rusty Marcellini

Guampa de tererê. foto: Rusty Marcellini